O que faz um DBA

O que faz um DBA e porque isso é importante !

DBA Professional

O que faz um DBA

O objetivo principal do (Database Administrator (DBA) é garantir a manutenção da infraestrutura de dados cujo formato e conteúdo atenda às necessidades de informação, garantir os acessos adequados às bases de dados de acordo com as necessidades dos utilizadores, alinhado com opções estratégicas definidas superiormente. Garantir a integridade, consistência e segurança da informação empresarial, bem com ao nível da conformidade com a legislação de proteção de dados pessoais.
Assim, DBA divide a sua atenção em dois vetores essenciais:
Administração do Sistema de Gestão de Bases de dados ao nível da aplicação das configurações mais adequadas e respetiva monitorização de desempenho geral da ferramenta e,
Manutenção das Base de Dados : Garantindo a consistência, disponibilidade e segurança dos dados produzidos e registados nas Bases de Dados.

Quais os benefícios?

Além de proteger a sua informação, o DBA assegura a manutenção, a gestão e a organização da base de dados. Embora possam parecer pouco relevantes, estas três ações – por si só – reduzem as suas despesas informáticas, aumentam a produtividade dos seus colaboradores e melhoram a competitividade da sua empresa. Uma base de dados bem configurada e otimizada consome menos espaço ao nível do hardware, poupando-lhe gastos na compra de memória ou de discos desnecessários. A manutenção e monitorização apropriadas impedem que o sistema fique lento ou até indisponível, pelo que garantem aos seus colaboradores um acesso ágil à informação armazenada, a tempo de responder às solicitações dos clientes e de aproveitar todas as oportunidades de negócio.

Em suma, o DBA pode ser um dos segredos mais bem guardados do seu êxito empresarial.

Tempo é Dinheiro e a sua Informação… também!

É por isso que tem de tratar a informação com o mesmo cuidado e rigor com que os bancos tratam o dinheiro, assegurando a segurança, a monitorização e a otimização da sua base de dados através dos serviços de um DBA. Para que se possa dar conta da extensão dos prejuízos provocada pela perda ou pela simples corrupção de alguns dados, imagine as consequências de perder, por exemplo, uma parte do registo dos seus clientes, metade do histórico das contas a receber ou um quarto dos contratos firmados. Pense no tempo que teria de despender para recuperar as informações desaparecidas ou as quebras na faturação por desconhecer quanto e quando lhe devem pagar. Até que ponto a sua credibilidade ficaria afetada junto de parceiros, fornecedores e clientes?

O que dizem os especialistas sobre a importância da informação de uma empresa

80% of businesses suffering a computer disaster, who have no disaster recovery plans, go out of business.
“A Bridge Too Far”, IBM BusinessRecovery Service & Cranfield, 1993

Within two years after Hurricane Andrew struck in 1992, 80 percent of the affected companies that lacked a business continuity plan failed (FEMA).
http://www.itaa.org/isec/i….

70 percent of companies go out of business after a major data loss (Source, UK DTI)
http://www.datacover.co.nz….

Over 70% of businesses involved in a major fire either do not reopen, or subsequently fail within 3 years of fire.

Consider these odds: one out of two businesses never returns to the marketplace following a major disaster. Of those that do, half go bankrupt within three years. The ones that survive plan their response to a disaster before it strikes.

http://www.chubb.com/…. as at Oct 3, 2008

Research by IBM (Varcoe, 1993) showed that 80 per cent of organisations without relevant contingency plans who suffered a computer disaster went bankrupt …
http://www.emeraldinsight.com/

Bob J Varcoe is referenced at ‘Not Us, Surely? Disaster Recovery for Premises’, Property Management V11, 1993 n11, 11-16

A recent study from Gartner, Inc., found that 90 percent of companies that experience data loss go out of business within two years. (Written April 5, 2005)
http://www.nbnnews.com/

According to the Association of Records Managers and Administration, about 60 percent of businesses that experience a major disaster such as a fire close within two years. According to Labor Department statistics, over 40 percent of all companies that experience a disaster never reopen and more than 25 percent of those that do reopen close within two years.
http://www.damicon.com/…
Also
http://www.davislogic.com/…

80% of businesses affected by a major
incident either never re-open or close within 18 months (Source, Axa)

But when Gartner predicts that two out of five enterprises that experience a disaster will go out of business within five years of the event, companies might want to sit up and take notice.
http://www.itaa.org…